Colesterol Alto: Conheça os Sintomas e os Riscos para a sua Saúde

Colesterol alto é um problema de saúde que tem afetado milhões de pessoas todos os anos em todo o mundo. Embora diversas pessoas não saibam, o colesterol é um tipo de gordura que é produzido pelo nosso próprio corpo e também é encontrado em vários alimentos de origem animal, como carnes, ovos e laticínios.

Quando os níveis de colesterol no nosso sangue estão elevados, pode ocorrer a formação de placas de gordura nas paredes das artérias, aumentando assim o risco de doenças cardiovasculares, como infarto e acidente vascular cerebral o (AVC).

colesterol alto sintomas e os riscos para a sua saúde
colesterol alto sintomas e os riscos para a sua saúde

 

Tópico que você verá neste artigo:

1. O que é colesterol e como funciona no nosso organismo
2. Como é diagnosticado
3. Sintomas de colesterol alto
4. Riscos para a saúde
5. Como prevenir
6. Como tratar
7. Alimentos que ajudam a controlar o colesterol
8. Suplementos alimentares e medicamentos para reduzir o colesterol
9. Mudanças no estilo de vida para prevenção

1. O que é colesterol e ele como funciona em nosso organismo

Então, o colesterol é um tipo de gordura que é produzido pelo nosso próprio corpo e também é encontrado em alimentos de origem animal.

Ele é essencial para a produção de hormônios, vitamina D e outras substâncias importantes para o nosso organismo.

O colesterol é transportado no sangue por proteínas chamadas de lipoproteínas. Existem dois tipos principais de lipoproteínas: a lipoproteína de alta densidade (HDL), também conhecida como “bom colesterol”, e a lipoproteína de baixa densidade (LDL), conhecida como “mau colesterol”.

O LDL é considerado “mau” porque pode se acumular nas paredes das artérias, formando placas de gordura que aumentam o risco de doenças cardiovasculares.

2. Como é diagnosticado

O colesterol alto, também conhecido como hipercolesterolemia, ocorre quando os seus níveis no sangue estão muito elevados.

O diagnóstico é feito por meio de exames de sangue que medem os níveis de colesterol totais, LDL, HDL e triglicerídeos.

Os valores de referência para colesterol total são:

– Desejável: menos de 200 mg/dL
– Limítrofe: entre 200 e 239 mg/dL
– Alto: 240 mg/dL ou mais

**Valores elevados de LDL e baixos de HDL também são fatores de risco para doenças cardiovasculares.

3. Sintomas de colesterol alto

Na maioria das vezes, o colesterol elevado não causa sintomas. Por isso, é importante fazer exames de sangue regularmente para monitorar seus níveis no sangue.

Em alguns casos, pode ocorrer a formação de depósitos de gordura sob a pele, conhecidos como xantomas, ou na parte superior das pálpebras, chamados de xantelasma.

Esses depósitos são mais comuns em pessoas com níveis altos dessa gordura e podem ser um sinal de alerta para a necessidade de tratamento.

4. Riscos para a saúde

Níveis muito altos, aumenta o risco de doenças cardiovasculares, como infarto e AVC. As placas de gordura que se formam nas paredes das artérias podem obstruir a passagem do sanguíneo, aumentando a pressão arterial e causando danos ao coração e ao cérebro.

Além disso, ele também pode causar outros problemas de saúde, como problemas de visão, danos aos rins e problemas de circulação nas pernas.

5. Como se Prevenir

A prevenção do colesterol alto começa através de um estilo de vida mais saudável. Isso também inclui:

– Manter uma dieta saudável e equilibrada, com baixo teor de gorduras saturadas e trans e alta ingestão de frutas, verduras e fibras;
– Praticar atividade física regularmente;
– Evitar fumar e consumir álcool em excesso;
– Manter um peso ideal saudável;
– Controlar outras condições de saúde, como diabetes e hipertensão.

6. Como tratar

O tratamento do colesterol alto geralmente envolve mudanças no estilo de vida e, em alguns casos, medicamentos.

Mudanças no estilo de vida incluem:

– Manter uma dieta saudável e equilibrada;
– Praticar atividade física regularmente;
– Perder peso, se necessário;
– Parar de fumar e evitar o consumo excessivo de álcool.

Medicamentos, como estatinas, fibratos e inibidores da absorção de colesterol, também podem ser prescritos pelo médico para reduzir os níveis dessa gordura elevada no sangue.

7. Alimentos que ajudam a controlar o colesterol

Existem vários alimentos que podem ajudar nesse controle, como:

– Alimentos ricos em fibras como por exemplo, frutas, legumes, verduras e grãos integrais;
– Peixes ricos em ômega-3, como atum, sardinha e salmão;
– Nozes e sementes, castanhas, amêndoas e sementes de linhaça;

8. Suplementos e medicamentos para reduzir o colesterol

Alguns suplementos alimentares, como o ômega-3 e a niacina, ajudam a reduzir o colesterol, mas devem ser usados com cautela e sempre com orientação do seu médica.

Além disso, existem medicamentos prescritos pelo médico para ajudar a reduzir os níveis, como as estatinas, fibratos e inibidores da absorção dessa gordura.

9. Mudanças no estilo de vida para controlar e prevenir o colesterol

Além das mudanças na alimentação e na prática de exercícios físicos, algumas outras mudanças no estilo de vida podem ajudar, como:

Parar de fumar: o tabagismo é um fator de risco para doenças cardiovasculares e pode contribuir para o aumento do colesterol ruim (LDL).

Controlar o estresse: o estresse crônico pode contribuir para o aumento dos níveis dessa gordura, portanto, é importante encontrar maneiras de gerenciar o estresse, como meditação, ioga ou outras atividades relaxantes.

Dormir bem: a privação de sono pode contribuir para o aumento dessa gordura, portanto, é importante garantir uma boa noite de sono regularmente.

Evitar o consumo de álcool em excesso: o consumo excessivo de álcool pode contribuir para o aumento dos níveis de colesterol ruim e outros problemas de saúde.

Enfim, esse é um problema de saúde comum que pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares e outros problemas de saúde.

É importante que essa prevenção e controle seja feito por meio de mudanças no estilo de vida e, em alguns casos, medicamentos prescritos pelo médico.

A adoção de uma dieta saudável, prática regular de exercícios físicos, manutenção de um peso saudável e evitar fumar e consumir álcool em excesso são medidas importantes para prevenir e controlar o colesterol.

Veja mais artigos do seu interesse abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *